29/06/10

A Dança


... e dançamos.
Dançamos entre as palavras não ditas,
Minhas mãos,
Apaixonaram-se pelas tuas.
Bocas coladas,
Olhos sorriam em vez delas.
Dois corpos,
Hermeticamente fechados num só.
... e dançamos.
Dançamos até a noite se ir embora.
E eu que nem sequer sabia,
Que sabia dançar.
 





( voz de @Rmmbarros )

17 comentários:

isabel maria disse...

O Poeta acorda de um sono em que sonhava ser poeta.O poeta é POETA.
Fiquei feliz por ler este Poema,muito feliz.
Parabéns!
O desenho está excelente!

http://atoderefletir.blogspot.com disse...

A vida é uma dança, e em seu dançar todos se encontram. O amor dança e a vida se encanta. Nada como a dança dos amantes... Lindo texto! Parabéns!!

Rosario disse...

Ruy, tu matas-me do coração!!!!!!!!

Lindo, lindo, lindo ... se o meu coração parar, és tu o culpado! :)

Poema lindíssimo ;)

AnaAustria

Andreia Santos disse...

'Dance me to your beauty with a burning violin'/ 'Dance me very tenderly and dance me very long'
'Dance me till the end of love'

O doce embalo da linguagem universal. Muito bonito. Obrigada.
Andreia

Rita Schultz disse...

Dançamos suavemente, desde o aconchego materno. O embalo é uma das alegrias da vida.
Beijo, poeta.

Anónimo disse...

E as palavras dançam... dançam...
Rodopiam ao sabor quente do sonho.
Ilusões fazem-se monstros...
O vento ....desintegra a beleza das nuvens!

Manuel Pintor disse...

Os olhos sorriem
e dançam
entre palavras não ditas
dançam
As bocas colam
se fazem chão
dançam
se afundam nos céus
dando-se
Os corpos levitam
num(a) só
Dança
Amanhece...

Oh Ruy! Sabes dançar, sabe-lo bem! Desde sempre, não é mesmo!?

Flah Queiroz disse...

Palavras e sentimentos valsando no mesmo compasso.
Perfeito!

Tili Oliveira disse...

Tão lindo...
Em composição, cor e sons. Dancei junto aos teus passos e descobri contigo a magia de aprender sobre si mesmo.
Grata!

Anónimo disse...

Belíssimo. Leve como uma dança entre seres que amam-se a ponto de ser um só.
Continua!

Daniele Charão
http://borboletasdocaoracao.wordpress.com

teresabcoelho disse...

Amigo :) É um hábil esgrimista de palavras ou um verdadeira alma sensível e artística? Pouco importa uma vez que o resultado é belo reiteradamente :)Sensualidade, sensibilidade e musicalidade na sua dança de palavras ! Parabéns renovados :)

Keyla Galvão disse...

Uau! Adorei! Principalmente seu carater descritivo que me fez imaginar cada gesto, cada ato. Uma saudade gostosa de te ler e de sentir teus escritos. Muitas vezess eu separo um tempo para imaginar cenas assim :) Parabéns!

Daniel Barbosa disse...

Obrigado pela DM, foi um convite para este baile! Todos que chegaram aqui, dançaram, foram embalados com as suas palavras! Grande poeta!

Abraço,

Daniel / BR

Anónimo disse...

(Miúdo... confesso que estes teus últimos poemas só me dão vontade de sorrir... estou a gostar muito!)

Andrea Diegues disse...

Um ícone da dança disse um dia: "Nobody cares if you can't dance well. Just get up and dance. Great dancers are not great because of their technique, they are great because of their passion".
(Martha Graham)

Esta é a verdadeira essência da vida.

Jééh disse...

fecha os olhos e aproveite a dança, despreocupe-se se por acaso esquecer o passo, o coração ensina

Roberta disse...

Bocas coladas / os olhos sorriam... Isso resume tudo. Afinal, o sorriso mais verdadeiro é o do olhar... =)