27/09/10

Apenas...

Eu não sou o teu Cavaleiro Andante.
.
Não sou o teu Romeu,
Anjo da Guarda,
Alma gémea,
Não sou o teu poeta.
.
Eu sou apenas um homem.
.
Um homem que desenha palavras,
Em pedaços de papel.
Um homem que aprendeu a sorrir,
Quando vê e ouve o sorriso da vida.
Um homem que perdeu o medo,
E não o quer de volta.
.
Como vês...
Sou apenas um homem,
O teu,
Se eu tiver essa sorte.
.

16 comentários:

Flah Queiroz disse...

Com tais palavras não dá pra deixar de dizer: és 'apenas' tudo.

[Ainda ouço de alguém.]

;)

www.papoderomeuejulieta.blogspot.com

www.relicariovazio.blogspot.com

maragitado disse...

E nada mais é preciso :)

Roberta disse...

Sorte da mulher que se dá conta, em tempo, de que o ideal não é o príncipe encantado que surge ao final da história pra um amor morno de conto de fadas.

O ideal é aquele homem, imperfeito sim, mas presente.

Ao seu lado ao longo da história feliz, e não no final feliz.

Perfeito!

Rosa Barros disse...

Sim, nada como ser 'apenas' um homem. Simples assim!
Muito bom!!
Bjs

isabel maria disse...

O homem diz não ser Poeta,mas fazedor de versos será, não o pode negar.
Excelente visão da realidade: nua e crua!
A continuar,sff!!!!

Manuel Pintor disse...

Palavras muito tuas, Ruy.
Escreves como homem, antes de ser poeta.
És o que sempre foste
Sem medo!
Apenas?
Um Homem
que também é poeta, artista
pleno de talento!

Grande abraço!

Anónimo disse...

Olá

Jééh disse...

Apenas a mais simples maneira de ser é a mais completa...Lindo Ruy (estou ficando repetitiva em meus comentários :S).

Anónimo disse...

( :)))))))) um sorriso do tamanho do Mundo, miúdo...)

Vilma disse...

Apenas e tudo.. pois ser apenas um Homem, é o bastante!
Gostei muito Ruy!

Anónimo disse...

E quem quer um cavaleiro andante, um Romeu ou ainda um poeta particular? Um poeta pertence ao mundo, assim como todas as criaturas. Dizes "apenas um homem, o teu". Que mulher de sorte, a que ouve estas palavras de um poeta! Abs. Rui.

Jerusa Pordeus disse...

Rui, esse último comentário foi meu, é que errei na hora de publicar. Desculpe-me! Abs.

Luciana Penteado disse...

Lindos versos, poeta!!!

Unknown one disse...

Não és "apenas um homem"... Pelo texto, és um Homem por sinal... :)

MLua2 disse...

como pode um homem apenas, ter tanta sensibilidade? tem que ter também uma grande alma...parabens! Maria Rita ( @MLua2 )

elisabeth disse...

...parabéns Ruy,o verdadeiro está no simples!!abraços;